Mechas no cabelo estão em alta para 2023; saiba quais cuidados são necessários para aderir à moda

Na premiação do Oscar 2023, celebridades ganharam os holofotes com looks de arrasar que entregaram muitas inspirações para os cabelereiros aqui no Brasil. Entre as opções de mudanças no visual, mechas tem sido tendência para 2023. O método altera a cor das madeixas sem colorir totalmente e pode variar entre um efeito discreto e uma mudança mais radical. Em entrevista à Jovem Pan News, o cabelereiro da Casa Floráh, Paulo Cosmo, disse que, desde o fim das restrições da pandemia da Covid-19, a busca por transformações no salão de beleza passou a ser maior em comparação com o período anterior a 2020: “As pessoas ficaram muito tempo em casa trancadas, então elas voltaram com bastante vontade de mudar. Cortar mais curto e ficar mais loira. É muito bacana isso”. O processo para fazer as tradicionais mechas é realizado através de técnicas de iluminação dos fios, que podem ser realizadas por meio de uma mistura de água oxigenada com pó descolorante, ou até pela própria tintura da cor escolhida. A técnica é escolhida pelo próprio profissional e deve ser feita a partir do indispensável “teste de mechas”.

“Não tem como fugir dele. No teste de mecha é que você vai ver se no cabelo pode ser feita a mecha, ou não. A qualidade dos fios diz se ele pode passar por um processo químico (…) Tem clientes que estão optando muito pelo processo vegano, orgânico e algo sem muita química”, explicou Cosmo. O profissional também destacou que a cor da pele e o formato do rosto da cliente também devem influenciar na escolha para o tipo de mecha: “A gente procura fazer aquilo que a cliente gosta. Moreno iluminado, loiro dourado ou um global total, que é um branco total. A gente procura sempre buscar o que combina com a pele e o rosto da cliente. A gente tem que ter essa posição e conversar com a cliente para saber exatamente o que ela gosta”. Como em toda coloração ou descoloração, alguns cuidados são essenciais para manter a cor, brilho e saúde das mechas, como manter uma rotina de hidratação, evitar usar fontes de calor (babyliss e chapinha), evitar o contato direto com cloro de piscina e optar por produtos específicos para cabelos com mechas.

Leia também

6 sinais que ajudam a identificar a queda de cabelo 5 mitos sobre os cuidados com a pele preta

*Com informações da repórter Letícia Miyamoto